quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O dia em que a baleia virou manjuba...

"Você não sabe
O quanto eu caminhei
Pra chegar até aqui
Percorri milhas e milhas
Antes de dormir..."











Neste final de semana houve aqui na cidade de São Paulo mais uma "Virada Esportiva" e com ela aconteceu a "4a. 24 Horas na Pista". Tudo isso organizado pela Prefeitura de São Paulo.

Euzinha da Silva, em busca de algo do qual não sabia o que, entrei no site www.runnersp.com.br e fiz a minha inscrição sem ter muita noção do iria encontrar, como dizem por aí "a ignorância é uma benção!". A data foi chegando e aí combinei com o meu irmão uma força lá na prova, já que ele, além de bonitão e legal, é personal treiner. 
Rê, muito obrigada! Você fez a diferença, viu! Amo você!

No dia acordei e tentei não ficar pensando no que tinha me metido (e não sabia mesmo!!!). Tá, tá, tá... tinha noção que o negócio era meio insano, mas por outro lado não tinha nenhuma pretensão de grandes feitos, afinal lá no site dizia, "qualquer distância"... e era o que eu tinha em mente.

Chegando lá, atrasada, fui direto pegar o meu chip e lá fui alegre feiz e saltitante para aquela pista de 400 metros poeirenta... e bota poeira nisso, meu filho!!!! 

Logo encontrei um alegre amigo da corrida... esse cara é o máximo!!! Salve simpatia!!!


Passando em frente ao pagodão, que só foi por umas duas horinhas...




 E encontrando a Elis, que já estava em velocidade de Cruzeiro... eita menina ligeira!!!!



Mas e aí começou para valer... e põe para valer nisso!!! O negócio foi guardar a máquina fotográfica e encarar a poeira da pista. Minha estratégia era mais ou menos assim... sem estratégias!!! kkkkkkk

Ainda no começo, encontrei a Silvia. Papeamos uma boa parte da prova...

Como a prova começou às duas da tarde decidi caminhar forte, já que estava bastante calor e seco. E sempre hidratando, algumas vezes água e outras isotônico. Quando caiu começou a anoitecer comecei intercalar corrida com caminhada forte. E ainda, a cada duas horas parava para alongar, uma massagenzinha  e algo sólido para garantir a energia.

A organização da prova mandou super bem. Não faltou água e isotônico durante todas as 24 horas. O kit bastante modesto continha camiseta, torrone, miniatura de pão de mel, número de peito e chip.

E o tempo foi passando...

Aí chegou minha família e ficaram lá me vendo passar a cada intervalo de tempo...

E o tempo ... passando...


Passando...


Doendo...

Após 11 horas de prova, já estava só o pó (além de todo o pó local) e morrendo de frio. Decidi ir dormir. Aquela altura da prova, após algumas prévias, eu oscilava entre a quarta e quinta posição. 

Ali deitada na barraca, vendo o pessoal dormindo, pensei "11 horas de prova e em quarto lugar, cheguei onde jamais imaginaria. Já posso deixar a prova...".

Nisso o Claudio, meu amigão chegou e mal falei com ele... Claudio, me desculpe, viu! Minhas condições naquele momento não era das melhores...

Lá pelas 6 horas levantei, me alimentei e fui olhar a última prévia... quarto lugar! Não teve jeito, isso falou mais alto... voltei para a pista. 

Meu, doia tudo! E quando digo tudo, é tudo mesmo!


Uma certa hora perdi uma posição... fui para o quinto lugar. 

E fui lutando, a cada volta...


E agora, como terminou a corrida... pareceque foi um sonho...






Renato, Fabio, Dodo, Claudio, Pai, Mãe, Ildo, Palhaço, Elis, Priscila, Miguel, Silvia, pessoas que falaram comigo durante a prova me apoiando... MUITO OBRIGADA POR TUDO!!! VOCÊS REALMETE FIZERAM A DIFERENÇA PARA MIM!!!!

Doeu muito!!! Mas valeu cada passo, cada instante!!!

Dona D

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Antes tarde do que nunca... e depois de 10 dias... aí vai o relato da Maratona de Londrinaaaa!!!

Depois de mais uma temporada sem dar sinal bloguístico de vida, aqui estou novamente para falar da mais nova e bem organizada Maratona que nasce neste país que é "Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza.". Aliás, você sabe que dia é hoje (adoro um feriadinho, viu)??? Hã??? Hã??? Well, se não tem a menor idéia, eu digo... 7 de setembroooooo!!! Independência do Brasil!


Focooooo!!! Já sabe de qual Maratona estamos falando???




É isso mesmo, "Maratona de Londrina"!!!! Vai, fala a verdade, depois da foto ficou fácil, né?


Para quem não tem a mínima idéia, Londrina "é um município brasileiro localizado no norte do estado do Paraná, a 381 km da capital paranaense, Curitiba.Tem uma população de 506 701 habitantes (IBGE/2010) e é a segunda cidade mais populosa do Paraná e a quarta mais populosa da região Sul do Brasil.



Importante pólo de desenvolvimento regional e nacional, Londrina exerce grande influência sobre o norte do Paraná e é uma das cidades mais importantes da Região Sul do Brasil.
Londrina é sede de sua região metropolitana que conta também com 801.756 habitantes (IBGE/2010). É um centro regional e é composta de comércio, serviços e agroindústrias.


Na época em que eu morava lá diziam que Londrina é a capital do Norte do Paraná, onde a terra é vermelha de paixão.... uhhhhhhhh....


A verdade é que adoro aquela cidade! Bons tempos!!!


Tá, mas a gente veio aqui para escrever sobre a corrida ou divagar?


Então vamos ao que interessa. Domingo retrasado, mais precisamente dia 28 de agosto, aconteceu a 1a. Maratona de Londrina. Segundo o site, esta prova "foi idealizada com o objetivo de promover a prática de esportes de rendimento, proporcionando o aumento da qualidade de vida na cidade. 
Seu percurso alia questões técnicas à beleza natural do município, um trajeto cuidadosamente planejado para estimular a atividade que vem ganhando cada vez mais adeptos pelo mundo". Bem, pelo mundo eu não sei, mas posso confirmar que euzinha virei adepta!




A organização mandou super bem, desde a entrega do kit (camiseta vermelha, boné, toalha, número de peito, chip e a tradicional papelada, que não foi tanto desta vez) que aconteceu na Centauro lá do Shopping Catuaí até o final da corrida.


Um item que foi o must, e isso mostra respeito pelos corredores, foi o horário da largada. Mulhers largaram as 6h30m e os homens às 7h00. ISSO É UM BOM EXEMPLO!!! E nós corredores agradecemos a iniciativa e respeito!


O percurso foi munto bem definito com bastante água fresca, coca-cola e isotônico pelo caminho. Detalhe, o percurso com bastante subidas e descidas se mesclava com uma paisagem bastante agradável (e o clima também!!!). Claro, não foi fácil! A chegada foi bem tranquila: recebemos a medalha (lindona), salada de frutas e mais alguns mimos, inclusive massagem! Legal, né!


Ah, já até sei o que deve estar pensando... "E você correu os 42 Km???", e eu respondo "Nãããããoooooo!!! Ainda estou nos 21!!!". 


Essa era uma boa oportunidade pera encontrar uma galera bacana do mundo corrístico, inclusive alguns amigos corais, mas aí fiquei meio que curtindo a cidade, as minhas super irmãs (Silvana e Suzana, adoro vocês!!!) e o tempo passou e no final nem rolou (People, sorry!!!). No entanto... no início da corrida encontrei a grande-super-sangue-bom Marli (que depois acabou virando o meu anjo. Nunca vou esqueçer!!! Obrigada!!!) e o Tinil. E depois durante a corrida encontrei outros Baleias (Silvio, Ênio, Wu, e o Super Ricardo) e novos amigos, que também não vou esqueçer!!!





E por falar em anjo, este post não estaria completo se não falasse do Anjo Mor Susi Saito. Essa menina é mesmo espetacular. Teve um insight dos insights... não vou explicar qual foi o insight, estou transcrever o que ela postou no facebook:




"Proponho um desafio: o Desafio dos Anjos! Fazer desta prova uma prova diferente! O londrinense tem a fama de ser gente calorosa, receptiva e amiga. Se você vai participar de alguma das provas no dia 28 de agosto, seja a de 5km, a de 21 ou a de 42 e tiver a curiosidade, a ousadia, a vontade, simplesmente, de ser anjo, convido-o a fazer parte deste desafio! Sou sonhadora, por natureza. Mas tenho o pé no chão. E sei que quando jogamos uma idéia no vento, um sonho, um pensamento, adere a ele, quem lá dentro assim o quiser! Não é algo que precise emplacar e ter uma adesão grande em quantidade. É preciso ser grande em vontade! Se houver um anjo novo nesta prova já valeu à pena! Se houver um único corredor que absorva esta idéia e a incorpore em suas corridas e em sua vida, a semente já terá sido lançada e já terá frutificado. Um amigo ultramaratonista me falou que esta minha mania de fazer anjo em provas é maluquice. Que tudo bem, fazer 21 e voltar e buscar os amigos. Mas que nos 42 é loucura... Concordo com ele. Mas sei que ele mesmo acabou voltando em plena Prova de Poços de Caldas, prova duríssima, pra buscar, num anjo, seus novos amigos e pupilos. Aderiu! Alguns anjos acompanham do começo ao fim. Alguns, apenas por um trecho e nunca viram, nem nunca tornarão a ver os amigos que levaram em suas asas. Alguns terminam suas provas e voltam para buscar. Alguns fazem as provas menores e vão para o trecho final, a uns 3km da chegada e aguardam seus amigos maratonistas para acompanhá-los num vôo em revoada. E até mesmo em maratonas, sei de muita gente que por uma nobre causa, deixa de “correr pra tempo” pra desfrutar do prazer da companhia de alguém que esteja estreando, ou que lhe confira um significado muito especial para correr. Assim como sei de histórias de gente que encontra forças pra terminar a prova por se propor a correr por outra pessoa. E que, passando por cima de todas as suas dificuldades, dores, muros, e buracos lá dentro, prossegue, persevera, por transferir à corrida a sua luta própria e pessoal de poder reafirmar a si mesmo, a possibilidade de transpor a barreira do impossível ao alcançável! 
“Fazer anjo” é uma forma simbólica de fazer algo a alguém. É o que se pode chamar de “Beau Geste” na corrida. O nobre gesto de alguém que se propõe a fazer algo por outro.
O chafariz é o ponto culminante da prova! O ápice, o ponto a se chegar, além, é claro, do pórtico. Quem alcançar o chafariz pode abrir um sorriso largo no rosto, tomar um banho ali mesmo, se lhe der a vontade, abrir as asas e decolar! De lá se avista a chegada! É uma vista linda! Vê-se de longe a movimentação em torno do totem que indica a chegada. São cerca de 2 km para terminar. É o ponto perfeito para quem quiser se aventurar nesta gostosa brincadeira de “fazer anjo”. Se lá for longe, tem a rotatória da Ayrton Senna, a cerca de 1 km. Receber anjo numa corrida é como receber asas pra terminar! O coração se enche da energia de quem vem buscar. O corpo fica mais leve, como se transferíssemos o peso extra às asas do amigo. A alegria retumba no peito! O rosto cansado desenruga. Estica e estampa sorrindo, a vitória que se aproxima! Ter anjos no aproximar de uma chegada nos dá a certeza que correr não é, definitivamente, algo mecânico, suado e somente para o corpo físico. Correr exercita os músculos, fortalece ossos, estimula o coração, o pulmão a trabalhar, loucamente, para dar conta de bombear sangue e oxigênio a toda parte. Mas muito mais do que isso, correr derruba os obstáculos que a mente inventa, o corpo cansado acata, o coração não questiona e que enclausuram e enjaulam nossos sonhos. Quando você corre e vence o muro dos 30, faz muito mais do que isso. Derruba o muro das impossibilidades não desafiadas. Abre horizontes. Vislumbra novos caminhos. E segue! Muito além dos 42, 195km!"


Lindo demais!!! Susi, isso foi mesmo especial. Vamos continuar com essa "corrente do bem"? Aliás, sobrou algum boton?


Recebi um anjo espetacular e fui anjo...






Ano que vem estarei lá novamente!!!


Dona D

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

É o fim da São Silvestre?

O já era previsto, aconteceu!!!


Acabei de ler esta reportagem no blog O Pulso e oficialmente estou fora da São Silvestre...

"A mais tradicional corrida de rua do Brasil, a São Silvestre, com seus 15km, terá seu percurso modificado este ano. A Prefeitura paulista determinou que a chegada da prova, no dia 31 de dezembro, seja na Praça Túlio Fontoura, em frente ao obelisco do Parque do Ibirapuera e não mais na Avenida Paulista, que continuará sendo o local da largada. Há 45 anos, o  trajeto da São Silvestre, criada em 1925, começava e terminava no mesmo local. O motivo da mudança é para evitar a aglomeração dos atletas com as pessoas que vão à Avenida Paulista participar da festa de réveillon.
No ano passado, os organizadores conseguiram evitar um tumulto maior na área de dispersão da corrida, a medalha foi dada com o kit da prova. Os corredores reclamaram muito, chegando a fazer um divertido protesto na véspera da São Silvestre.
O novo traçado, segundo anunciado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) será o seguinte: largada na avenida Paulista em frente ao Masp, rua da Consolação, rua Rego Freitas, avenidas Duque de Caxias e São João, Viaduto Elevado Arthur da Costa e Silva (Minhocão), praça Padre Péricles, rua Marta, rua Margarida, al. Olga, baixos do Viaduto Pacaembu, rua Barra Funda, rua Dr. Carvalho de Mendonça, al. Nothman, alameda Barão de Limeira, av. São João, Largo do Paissandu, rua Conselheiro Crispiniano, praça Ramos de Azevedo, Viaduto do Chá, rua Líbero Badaró, Largo São Francisco, viaduto Brig. Luís Antônio, av. Brig. Luís Antônio, av. Mal Estênio de Albuquerque Lima, rua Manoel da Nóbrega, rua Nabia A. Chohfi e av. Pedro Álvares Cabral, chegando à Praça Túlio Fontoura em frente ao Obelisco."

Uma pena!

BOICOTE, JÁ!!!

Dona D

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Meia Maratona de São Bernardo do Campo

Você sabia que de 16611 atletas distintos, 63 atletas participaram de todas as  Edições anteriores desta prova, 121 atletas participaram de 7 das 8 edições e assim por diante, chegando até aos 10.922 atletas que participaram ao menos de uma delas.

Mas tirando a medalha que realmente... realmente... puxa, me faltam palavras... ééé... hummmm... quer dizer... hããããã... ah, vamos falar sobre ela depois?


Então, para quem não sabe, domingo passado aconteceu a 9a. Meia Maratona de São Bernardo do Campo que acontece já há 9 anos (claro!) e faz parte das comemorações dos 458o. aniversário da cidade que fica pertinho de São Paulo.



 Esta prova aconteceu em uma bela manhã chuvosa, onde a largada conturbada deu-se sob à benção de São Pedro!!! Confesso que ando curtindo correr na chuva!!!


A organização mandou bem como sempre ! Tanto na retirada do kit, como na prova (tá que vou ter que reclamar de umas coisinhas). O kit foi tudo um: uma camiseta, um número de peito, um chip e um papel... tudo em uma sacolinha! 


Tudo bem, vai! Acordamos as 5 da manhã!!!

Nada melhor que comemorar um ano da primeira Meia com mais uma Meia!!!

Muvuca!

Minutos antes da largada...

A prova, no melhor estilo sobe-desce-bacana fluiu super bem tirando a largada que foi um pouco muvucada já que estavam corredores e caminhantes tudo junto e misturado... 

Além dos postos de hidratação, também tinha frutas: melancia, laranja e banana! Muito legal!


É sempre bom encontrar pessoas legais na corrida, né?

Larguei ao lado do Fabio, que logo se distanciou. Mas lá pelo quilometro 11 encontrei o Rinaldo que me acompanhou até o final da prova. Por falar em encontrar, antes da prova encontrei a Mayumi, mas infelizmente nós nos desencontramos na largada!

Gente, não é que estou gostando desse papo de 21!

:)

Em Londrina tem mais!!!

Dona D




quinta-feira, 28 de julho de 2011

E por falar em tempo seco...

Pois é, um pouquinho de chuva não seria nada mal!!! 




Mas já que estamos falando sobre água, ou melhor, sobre a falta dela... aí vai a pergunta, você tem bebido a sua cota de água por dia??? Se não está é melhor você ler esta listinha abaixo.


A água:


  1. Controla o cansaço e permite que você treine com mais disposição; 
  2. Age regulação da temperatura do seu corpo; 
  3. Favorece a circulação sangüínea e, portanto, a eliminação de toxinas; 
  4. Diminui a incidência de cãibras; 
  5. Transporta o glicogênio (fonte de energia armazenada nos músculos e solicitada durante a prática esportiva) até as células; 
  6. Permite o aproveitamento de muitas vitaminas hidrossolúveis 
  7. Não tem nenhuma caloria...
E você, tem mais um item para inserir nesta listinha??? Conta aí, vai!!!

Dona D




segunda-feira, 25 de julho de 2011

E você acha que o único problema do inverno é só o frio???

Se você está aqui em São Paulo, vai enteder bem do que vou falar... um belo dia de sol cheio de poluição e suuuuuper seco!!! É claro que não estou falado de hoje e nem deste final de semana especificamente, mas do inverno em geral.

E o inverno... é realmente um inferno!

Tá que a estação é cheia de glamour e tem um clima bem romântico, mas nem tudo é encantador nesta estação, esse também é o período em que aumenta a incidência de gripes e resfriados e se agravam as doenças respiratórias na população. E isso é mal!!!


É importante que tenhamos muito cuidado com a nossa saúde e ainda mais considerando um município extremamente poluído como São Paulo, afinal o inverno, além do clima frio, tem pouco vento e ainda menos chuvas, o que prejudica a dispersão de poluentes como gases e fuligem. Essas substâncias aderem às paredes das vias respiratórias, causando irritação na mucosa nasal de todos os indivíduos, mas em especial dos que sofrem de doenças alergo-respiratórias.




Alguém está com uma alergiazinha aí, por acaso???


Os alérgicos representam cerca de 30% a 32% da população e são os mais atinfidos com a chegada da estação friorenta e seca. É nessa época que as crises são mais frequentes junto com o vírus da gripe e as infecções de vias aéreas superiores.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o frio não é o único responsável pelo agravamento das doenças respiratórias. Mudanças de hábito decorrentes da chegada do inverno também colaboram para prejudicar a saúde do indivíduo. É no inverno que as pessoas tendem a ficar dentro de suas casas se "escondendo do frio" com portas e janelas fechadas para evitar a entrada daquele ventinho gelado (Tá esperando o que para abrir essa janela???). Se você é uma dessas pessoas habituadas, saiba que estudos mostram que cerca de 86% do tempo você fica em ambientes fechados, seja no ônibus, na escola, no trabalho ou no shopping. A aglomeração de pessoas nesse tipo de ambiente favorece a transmissão de vírus e bactérias, um dos principais responsáveis pelas doenças de inverno. Ai, ai, ai... credo!!!

Se acha que acabou por aí, ainda tem mais!!! Se você guardou as suas roupas de inverno, edredons e cobertores de forma inadequada,  provavelmente eles devem estar cheios de bolores, fungos, ácaros e mais um montão de outros aeroalérgicos que ficam em suspensão no ar por muito tempo. Então, na dúvida seria dar uma bela lavada neles antes de usar! 

E Mais! Tenha cuidado com carpetes, cortinas, tapetes, colchões, bichos fofos de pelúcia, e meis aquela coisarada que junta pó. Se por acaso tem tudo isso (o que é provavel) ou um dos itens em casa, tenha uma atenção especial, deixe sempre arejando tudo e lavando sempre que possível.

Pois é, um pouquinho mais de atenção com a nossa saúde só faz bem!!!


E depois não adianta reclamar que não pode treinar por causa da alergia!!!

Conta aí, como é que você se cuida no inverno?

Dona D

sábado, 23 de julho de 2011

Fazemos qualquer negócio!!!

Se está pensando que estou vendendo alguma coisa, já vou logo dizendo que não é o foco deste post. Aliás, até tenho uma lojinha virtual, acredita? Se ficou curioso, vai lá!

Voltando ao assunto, hoje aconteceu na academia Runner Club aqui em São Paulo, mais um campeonato de Pebolim!!! Isso mesmo, se você pensa que na academia só tem malhação, está muuuuuuito enganado, lá também tem campeonato de pebolim!


Para quem não sabe, "Pebolim é um emocionante jogo de mesa de futebol que pode ser jogado e aproveitado por pessoas de todas as idades. O objetivo é utilizar seus 13 componentes (homens) para marcar gols rodando e deslizando as varas pelas quais eles estão fixados para manusear a bola ao redor do campo de jogo. Os jogadores de pebolim de maior sucesso utilizam uma combinação de habilidade, estratégia e reflexos rápidos para ajudá-los a ganhar, ao invés de se basearem unicamente na força bruta de chutes de alta velocidade."



Como não poderia deixar de ser, claaaaaro que me inscrevi e de quebra trouxe o meu marido para participar da pagação de mico... ele bem que reclamou, mas no final até curtiu! Olha aí a camiseta do nosso time!


Enfim, não foi desta vez que ganhamos alguma coisa, mas pelo menos o Fabio aprendeu a jogar e conseguimos passar para as oitavas de final!!!! Uhuuuu!!!


Bem que queria um troféuzinho desses!

Dona D





quinta-feira, 21 de julho de 2011

One way or another!

E ái meu povooooooo!!!! Olha que coisa mais linda e cheia de graça!!!!



E se a pergunta que não quer calar é "De que prova é éssa medalha tão bonita???", eu já vou logo te contando que é da Meia Maratona de Campinas que aconteceu neste domingo dia 17 de julhoooooooo!!!! Legal, né!!! Aliás, esta prova foi um dos eventos da virada esportiva da cidade.

Campinas (pronuncia - se AFI[kɐ̃ˈpinɐs]) é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. Pertence à microrregião e mesorregião homônimas, localizando-se a noroeste da capital do estado, distando desta cerca de 96 km. Ocupa uma área de 795,697 km², sendo que 238,3230  km² estão em perímetro urbano e os 557,334  km² restantes constituem a zona rural. Em 2010 sua população foi contada pelo IBGE em 1 080 999 habitantes, sendo então o terceiro mais populoso de São Paulo (ficando atrás somente de Guarulhos e da capital) e o 14º de todo o país. Se quiser saber mais, olha lá no link http://pt.wikipedia.org/wiki/Campinas.

Ah, e é lá em Campinas que a gente pode encontrar alguns dos dos blogueiros mais bacanas do mundo corrístico... Léo Nista!!!! Inclusive ele que foi o responsável pela minha participação nesta prova!!! Valeuzão!!!! Ano que vem estaremos lá de novo!!!!


Voltando à prova, o Bat-Local de encontro foi a tenda do Clube de Corrida, local meio que disponibilizado para apoio e onde ficaria as nossas coisas.




A organização da prova estava 100% e como tivemos um probleminha de técnico com o kit, conseguimos pegar o nosso chip para podermor correr (se você me viu sem o número de peito, não foi um surto de pipoquice... eu tinnha chip, viu!). E por falar em kit, na bolsa de tecido tinha revista, Gatorade, camiseta, número de peito, caneta, viseira e a boa velha papelada de sempre... claro, essa é a tradição, EVER!


O percurso foi bem definido e não estáva nada monótono. Foi uma bela volta na cidade com direito a clima ameno e sem faltar água!!! Tudo muito legal!!



Não posso esquecer de mandar um super beijo para e a Pri e Elis que levaram os primeiros lugares na Ultra!!!! Eita mulherada que manda bem!!!!

Ah, Rodrigoooo foi bom te conhecer!!!

Dona D